sábado, 28 de agosto de 2010

Nos detalhes e nos milhares, ali estarei.



Vem chegando o verão,

Vem queimando uma nova solidão

E tudo em volta é mera ilusão..
Tenha eu sido amargamente cortado ao meio..
Ou talvez emolado pelo receio.
Não sei se tenho sonhado com a vida..
Ou se tenho vivido um sonho..
Ás vezes, quase sempre, me flagro desenhando um futuro..
Mas certas linhas de decalques são tortas, por que ainda rabisco o passado..
Pego meu desejo e guardo no bolso..
Sujo qualquer oportuna miragem..
Por medo de sonhar vivendo..
E viver sonhando..
Mas lá no fundo dos meus olhos guardo um mapa..
Um mapa distinto de valores..
Mas enquanto isso, me transformo em nuvem pra sobrevoar seus passos..
Me levo a ser um pássaro pra testemunhar um sorriso com o meu canto..
Me transporto pra perto do teu sonho sendo teu príncipe..
Vou correndo sendo a brisa que te toca..
Serei eu sereia pra sentir nos teus olhos o encanto da magia fabulosa..
Serei também estrela cadente para chamar tua atenção e te fazer desejar..
Arrancarei o brilho do teus olhos quando eu, o SOL, refletir no teu rosto o amanhecer..
E serei real..
Estarei real..
Basta você perceber..
Nos detalhes das danças das flores
Nos impercebíveis pingos de chuva
Nos milhares segundos de cada dia
Nos discretos cantos do pardal..
Ali estarei.
Basta você perceber..




sergio'marthin

Nenhum comentário:

Postar um comentário